PLANETA

Bretagne

English:

BRETAGNE (Brittany)

During the dark ages migrants from Ireland, Wales and southern England brought Breton, a Celtic language, into Brittany in the northwest of France. With the language came other influences still noticeable today in the architecture, people and cuisine. The history of Brittany goes further into the past with megalith sites dating as far back as 4500 BC. Vikings and other ‘visitors’ motivated the construction of fortresses and towns protected by strong walls made of granite. In these towns beautiful gothic cathedrals point high into the sky.

Breton traders pioneered fishing expeditions to Newfoundland as early as the 16th century. Fresh fish and seafood are central to the Breton culinary heritage. It’s a memorable experience the savouring of mussels and oysters inside the walls of Saint-Malo.

Brittany gave the world sweet filled crêpes and savoury filled Breton galettes made with buckwheat. A quintessential Breton experience in Brittany.

Kouign Amann (Photo 1) is a delicious Breton speciality pastry that in its authentic recipe is made with multiple layers of alternating dough, butter and sugar in a circular cake mould called ‘roue de charrette’ and slowly baked until the sugar caramelizes. In Brittany is eaten freshly baked, often still warm. Lazy industrial versions can not match the genuine Kouign Amann. Like with so many other unique produces and confections in France the original Kouign Amann is protected with an authenticity denomination “Véritable Kouign Amann de Douarnenez / fabrication artisanale inventée vers 1860 à Douarnenez” or, authentic Kouign Amann from Douarnenez / traditional artisan produce invented in 1860 in Douarnenez.

 

Português:

BRETAGNE (Bretanha)

Durante a idade das trevas imigrantes da Irlanda, Gales e sul da Inglaterra introduziram o idioma bretão, de origem celta, à Bretanha no nordeste de França. Com o idioma veio outras influências ainda perceptíveis hoje na arquitetura, gentes e gastronomia. A história da Bretanha estende-se pelo passado distante com monumentos megalíticos datados de 4500 AC. Vikings e outros ‘visitantes’ motivaram os Bretões a construirem fortificações e cidades protegidas com muralhas de granito. Nestas cidades catedrais góticas apontam com elegância e imponência para o céu.

Os Bretões foram pioneiros em expedições pesqueiras a Newfoundland já no século XVI. Peixe fresco e marisco são centrais na gastronomia tradicional Bretã. É uma experiência memorável saborear o típico mexilhão e ostras dentro das muralhas de Saint-Malo.

A Bretanha deu ao mundo os Crêpes doces e também as Galettes Breton feitas com trigo sarraceno e recheios salgados. Uma experiência quintessencial da culinária Bretã.

Kouign Amann (foto 1) é uma especialidade pasteleira Bretã deliciosa que na sua receita autêntica é feita com camadas alternadas de massa, manteiga e açúcar numa forma circular chamada ‘roue de charrette’ e levadas ao forno até caramelizar o açúcar. Versões industriais sāo imitações inferiores e nunca podem ser comparadas com a textura, sabor e frescura do original que, na Bretanha, é servido pouco depois de sair do forno. Assim como com tantos outros produtos e confecções únicas em França o Kouign Amann original está protegido com uma denominacão de autenticidade “Véritable Kouign Amann de Douarnenez / fabrication artisanale inventée vers 1860 à Douarnenez” ou seja, O verdadeiro Kouign Amann de Douarnenez / produção artesanal inventada em 1860 em Douarnenez.

 

bretagne-05abretagne-02abretagne-01abretagne-04a